Foto da torcida presente no confronto entre JDG e Rogue pelas quartas de final do Worlds 2022

Worlds 2022: Conheça os times que seguem no torneio

Após a disputa dos primeiros confrontos das eliminatórias, as semifinais do Worlds 2022 estão definidas. Com dois confrontos entre gigantes, teremos um duelo regional entre equipes da LCK (liga sul-coreana) e uma partida disputada entre a JD Gaming, atual campeã da LPL e única equipe chinesa que segue viva no campeonato, e a T1, multicampeã do mundo e a terceira representante da LCK.

Cada equipe tem uma história para contar

A JDG traz o orgulho da China ao ser a única representante da LPL ainda viva no torneio, que conta com três equipes da LCK, região que é a principal rival dos chineses. Com um caminho tranquilo na fase de grupos, a equipe só sofreu uma derrota até esta fase do torneio, para a já eliminada DWG KIA, e passou como um trator pelas quartas de final, vencendo a europeia Rogue, representante da LEC, por 3 a 0.

Foto da equipe JDG no palco do Worlds 2022
(Foto: Colin Young-Wolff / Riot Games)

Enquanto isso, a T1 vive da esperança de retornar à sua antiga glória que já rendeu três títulos mundiais para a organização, nos tempos de SK Telecom T1. Liderada por Faker, que é considerado o maior jogador da história do League of Legends, a equipe vem forte após garantir o primeiro lugar no Grupo A, sofrendo apenas uma derrota para a chinesa EDG, e passando pelas quartas de final com uma vitória convincente.

A T1 superou a Royal Never Give Up (RNG, da LPL), atual campeã do MSI, por 3 a 0.

Foto da equipe T1 no palco do Worlds 2022
(Foto: Lance Skundrich / Riot Games)

Já do outro lado da chave, temos as vencedoras das duas melhores quartas de final deste Worlds: a Gen.G e a DRX, ambas representantes da LCK.

A Gen.G de Chovy e Ruler se classificou para as eliminatórias com o primeiro lugar do Grupo D, com apenas uma derrota, mas quase viu sua vaga nas semis ir embora após abrir uma vantagem de 2 a 0 e tomar o empate contra a DWG KIA nas quartas de final. Porém, seus principais nomes apareceram no quinto e decisivo jogo, evitando a virada e assegurando que a equipe seguisse viva na competição.

Foto da equipe Gen.G no palco do Worlds 2022
(Foto: Colin Young-Wolff / Riot Games)

Enquanto isso, a DRX vem fazendo uma das campanhas mais emocionantes da história do Mundial. Com uma possível aposentadoria do atirador Deft após a competição e sendo apenas o quarto seed da LCK, a equipe veio ao Worlds desacreditada e, por conta disso, passou pela Fase de Entrada.

Com a classificação para a Fase de Grupos, a equipe foi às quartas de final após cravar a liderança do Grupo C e teve de enfrentar a EDG (da LPL), atual campeã do Worlds. E, após sair perdendo por 2 a 0, com direito a uma derrota traumática no segundo jogo, a DRX conseguiu efetuar um reverse sweep – que é quando uma equipe vira um 2 a 0 para 3 a 2 a seu favor – e garantir sua continuidade no torneio.

Esta é apenas a segunda vez que esse tipo de virada acontece no Mundial de League of Legends e, coincidentemente, a vitória também marca a segunda vez em que Deft conquistou a classificação para as semifinais.

 

 

Foto da equipe DRX no palco do Worlds 2022
(Foto: Colin Young-Wolff / Riot Games)

A disputa das semifinais deste Mundial de League of Legends se iniciam às 18h do dia 29 de outubro, com a melhor de cinco jogos entre JDG e T1. E para definir a grande final, Gen.G e DRX se enfrentarão no dia seguinte, no mesmo horário.

O Bolão do Worlds 2022 está disponível para os fãs, que podem palpitar em quais equipes sairão vencedoras de seus confrontos. Além de receber bônus dentro de jogo por fazer suas escolhas, os melhores palpiteiros ainda receberão itens como skins e outros cosméticos.

A Grande Final do Mundial de League of Legends será realizada no dia 5 de novembro no Chase Center, localizado na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. A cerimônia contará com uma apresentação ao vivo do rapper Lil Nas X, artista responsável por STAR WALKIN', o hino do Worlds deste ano.

Compartilhe

Pedro Ribeiro

Pedro Ribeiro

Pindamonhangabense, 24 anos, entusiasta de suporte maguinho, estudante de Jornalismo na UFPel

Veja também