Esports: conheça algumas das maiores personalidades LGBTQIAP+

Olga, CS:GO

Millenium

A jogadora Olga “olga” Rodrigues, da equipe FURIA, é a primeira jogadora transexual a jogar competitivamente no CS:GO no Brasil.
No ano passado, ela encerrou em quarto lugar dentre as melhores jogadoras da ESL Impact League, sendo a única representante brasileira dentro do top 10. Vale lembrar que sua equipe terminou com o segundo lugar na liga.

Ela recebeu um prêmio inédito do Prêmio Esports Brasil, levando para casa o título de Melhor Atleta Feminina de CS:GO.

“Estou muito feliz de estar aqui hoje. Sempre sonhei com esse prêmio. É a primeira vez que chego nas finais. Só consigo agradecer a todos que me ajudaram a chegar aqui e me acompanham nos jogos, nas lives e nos chats”, discursou Olga na premiação.

Bah Gutierrez, streamer

Millenium

 

Barbara Gutierrez é apresentadora e colunista e se identifica abertamente como mulher bissexual. Ela apresentou o Pride Culp da Gamers Clube e o Desafio Pride da Riot Games, ao lado de Vodan, além de também ter sido host do CT Game Changers, liga inclusiva do FPS da Riot Games no Brasil.

Juntamente com Paulo Nobre e Octavio Neto, a criadora de conteúdo apresentou a transmissão da segunda tela do Prêmio Esports Brasil.

M4nd, VALORANT

Millenium

m4nd é uma jogadora não-binária que atua pela equipe da Oddik. Ela encerrou sua temporada de 2022 junto com isa1 e demonstrou um desempenho acima da média.

Sher Machado, streamer

Millenium

Conhecida pelo nick Transcurecer, Sher Machado é uma criadora de conteúdo que se identifica como uma mulher transexual. Ela recebeu o prêmio de Melhor Streamer Feminina durante a CCXP Awards.

Ela participa de ações para expandir o consumo de conteúdo feito por pessoas LGBTQIAP+ e negras dentro do contexto dos esports.

Vodan, comentarista e streamer

Esports: conheça algumas das maiores personalidades LGBTQIAP+

Em 2022, Vodan – streamer e comentarista – participou da narração da primeira edição do Desafio Pride 2022.

Gata, streamer

Esports: conheça algumas das maiores personalidades LGBTQIAP+

Quem teve um bom ano em sua carreira por todo o 2022 foi a criadora de conteúdo Júlia “gata”, que conquistou atenção por meio de suas lives de Valorant. Ela, atualmente, faz parte da equipe de streamers da FURIA e participa de eventos do FPS da Riot.

Ela se declarou uma pessoa não-binária e afirmou que aceita ser chamada por todos os pronomes.

Belle, narradora

Esports: conheça algumas das maiores personalidades LGBTQIAP+

A narradora Belle se identifica como mulher bissexual. A hostess e criadora de conteúdo começou sua carreira nos esports no cenário competitivo de Call of Duty. Ela entrou no mercado dos jogos da Riot Games após a chegada dos torneios nacionais de Wild Rift, versão mobile de League of Legends.

Personagens LGBTQIAP+ dos games

  • Life is Strange

A franquia Life is Strange tem bastante representatividade e está na lista “jogos com personagens LGBTQIA+“. Entre os personagens, temos Chloe Price, uma garota lésbica. Ao longo da história, podemos ver que várias de suas características (como a depressão e insegurança) se relacionam com sua sexualidade e o preconceito.

No primeiro Life is Strange, a protagonista Max pode beijá-la dependendo da escolha do jogador, assim como em Life is Strange 2, em que Sean pode ser bissexual também. Já no terceiro game da franquia, Life is Strange: True Colors, a protagonista Alex Chen pode se envolver com um homem ou com uma mulher; quem decide é o jogador.

Inclusive, o jogo foi o maior destaque do Gayming Awards 2022, premiação visa celebrar jogos que tenham promovido a diversidade

Oficialmente apresentado pela EA Games, em parceria com outros estúdios como PlayStation e Xbox, a Gayming Awards é a primeira cerimônia do mundo que celebra os jogos LGBTQIA+. A segunda edição do evento aconteceu em abril, no Troxy Theater, em Londres, com transmissão ao vivo, e o grande vencedor da noite foi Life is Strange: True Colors, que levou para casa todos os prêmios em que estava concorrendo: Jogo do Ano, Representatividade Autêntica e Melhor Personagem LGBTQIA+.

  • League of Legends

Temos vários personagens canonicamente LGBTQIAP+ em League of Legends.  Entre eles, K´Sante, que [e o primeiro campeão de League of Legends apresentado como homossexual. Ele se relacionava amorosamente com um outro homem antes de chegar a Summorner´s Rift.

De acordo com sua descrição:

“K’Sante é um caçador e um grande guardião de seu povo, que luta usando armas forjadas de um predador que caçou tempos atrás. Um defensor dos oásis de Nazumah, localizado dentre os desertos de Shurima, K’Sante usa tanto de táticas defensivas como ofensivas para salvar seus aliados, e rapidamente eliminar qualquer ameaça.”

Vale lembrar que sua skin especial foi projetada por Lil Nas X, rapper estadunidense que é um ícone da luta queer na indústria musical mundial.
Jeremy Lee, CEO de League of Legends e mais conhecido pelo seu nickname Riot Brightmoon, disse em entrevista para a Sky News, que quer que todos os jogadores encontrem um campeão com o qual possam se relacionar. A desenvolvedora tem intenção de que o game seja aceito por todos os tipos de pessoas.
  • Valorant

A Riot já havia dado pistas que elas estavam juntas anteriormente, mas, agora, tornou canônico para alegria dos shippers, que já tinha criado mil e uma teorias para provar que elas estavam juntas.

Compartilhe

Leticia

Leticia

Sou escritora, jornalista e completamente apaixonada por tudo que envolve cultura pop. Instagram e twitter: @leticiahofke

Veja também